Estudo do mercado: Airbnb em Lisboa (2017)

Categories Analyses de marché
Un appartement géré par BnbLord à Lisbonne
Partagez-nous - Spread the love
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Bnblord, uma das principais conciergeries Airbnb em França e Portugal, desenvolveu um estudo sobre o mercado Airbnb em Lisboa.

 

O Airbnb está em pleno crescimento em Lisboa, que se explica através da atractividade da cidade. Lisboa é a quarta cidade europeia com o maior crescimento turístico: cerca de 8% entre 2009 e 2015 1.

 

Um mercado em forte crescimento

 Número de anúncios Airbnb em Lisboa

Constatamos um forte crescimento do número de anúncios criados em Lisboa. Em 2012 existiam apenas 794, já em Março de 2017, 12 000 anúncios criados.

O número de anúncios duplicou entre 2015 e 2016 e entre 2014 e 2015.

Note-se que apenas 10,457 anúncios dos 12 000 estão activos onde 1588 gerem diversos apartamentos. Tal como, a maioria dos Anfitriões Airbnb Lisboa gere apenas um anúncio. Mas os “multi-anfitriões” gerem por norma cerca de 3 propriedades.

 

★★★★★ Um quarto dos anúncios avaliados com ★★★★★

27% dos anúncios em Lisboa são avaliados com notas medias de 5*. Embora não muito diferente das outras cidades latinas na Europa, é a pontuação mais baixa (27.5% em Roma, 29% em Paris e 31% em Madrid). Os anfitriões têm ainda uma grande margem para a progressão em Lisboa para proporcionar uma estadia tão maravilhosa quanto a cidade de Lisboa.

 

Constatamos que os portugueses são mais inclinados a partilhar as suas casas do que os franceses:  Um a cada cinco anúncios no Airbnb são de quartos na residência principal, contra um a cada dez em Paris, no entanto menos do que os espanhóis ou italianos. Onde em Madrid três a cada dez anúncios são de quartos em casas particulares e em Roma quatro a cada dez.

 

Os apartamentos de tamanho médio dominam o mercado.

 

A grande parte da oferta está concentrada à volta dos apartamentos T1 e T2, estes representam cerca de 75% do mercado Airbnb em Lisboa. Por outro lado, existem mais apartamentos de maior dimensão do que pequenos estúdios.

 

Os turistas que visitam (quase) durante todo ano.

Demonstração da curva da sazonalidade

Explicação: Taxa de ocupação de um apartamento médio (em termos de ocupação) no Airbnb Lisboa. Apenas os apartamentos com pelo menos uma reserva são contabilizados nesta estatística.

 

Entre Fevereiro (incluído) e Outubro (incluído), a taxa de ocupação de um apartamento médio no Airbnb é superior a 50%. Lisboa é uma cidade onde a sazonalidade se traduz em cerca de 9 meses de época alta e 3 meses de época baixa: Novembro, Dezembro e Janeiro.

 

Um terço dos apartamentos alugados durante todo o ano.

Períodos de ocupação d propriedades no Airbnb em Lisboa

Explicação: Taxa de ocupação de um apartamento médio (em termos de ocupação) no Airbnb. Apenas os apartamentos com pelo menos uma reserva são contabilizados nesta estatística.

 

Um terço dos anúncios listados no Airbnb em Lisboa é arrendado por períodos iguais ou superiores a 7 meses por ano. O que nos leva a considerar que estão alugados ao ano. O que faz sentido tomando em consideração que se pode facilmente alugar o seu apartamento cerca de nove meses em doze.

 

Um negócio lucrativo

Preço médio de um apartamento T1 nas capitais latinas na Europa

Explicação: Apenas foram tomados em consideração 75% das propriedades, no que diz respeito aos rendimentos provenientes deste modelo de negócio, que possuem pelo menos uma reserva no período de um mês.

 

As propriedades inteiras arrendadas a tempo inteiro em Lisboa geram cerca de 17 436€ por ano, no ranking logo após Madrid (17 736€) e Paris (18 921€). Roma é a capital da Europa latina mais rentável no Airbnb, onde uma propriedade arrendada a tempo inteiro pode gerar em média 23 220€! Pode-se então constatar que Lisboa tornou-se muito “turística” e muito rentável para os proprietários que alugam em sazonalmente. A capital Portuguesa não é de todo menos rentável por causa do preço aplicado ser inferior, devemos considerar a conjuntura do mercado imobiliário actual.

 

Airbnb em Lisboa!

Em conclusão, podemos considerar que o turismo transformou Lisboa em uma cidade onde alugar no Airbnb é bastante interessante. Mesmo se o número de anúncios continue a aumentar fortemente, a taxa de ocupação e os preços por noite devem acompanhar o ritmo de crescimento turístico em Lisboa.

 

Fonte

¹: MasterCard 2015 Global Destination Cities Index

 

Airbnb Lisboa (PDF)

Rate this post

Partagez-nous - Spread the love
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Fondateur et gérant de BnbLord, j'écris régulièrement sur Airbnb et l'économie collaborative.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*